LIDE BRASÍLIA ALMOÇA COM O SECRETÁRIO DE FAZENDA E PRESIDENTE DO BRB

0
17

PO-LIDE2

Presidido por Paulo Octavio, grupo debateu a atividade econômica na capital

O presidente do Lide Brasília, Paulo Octavio, e o cofundador José Celso Gontijo, juntamente com outros membros da entidade, receberam hoje (20) o secretário de Fazenda do DF, Adonias Santiago, e o presidente do BRB, Paulo Roberto Evangelista de Lima, para um almoço-debate. O encontro teve a presença de empresários do grupo de líderes e lembrou também o proprietário do Grupo Disbrave, Orlando Taurisano, um dos fundadores da entidade e que faleceu pela manhã.  Os presentes fizeram uma oração silenciosa para lembrar do pioneiro empresário, que estava em Brasília desde 1958. O grupo de empresários também cobrou medidas do GDF para destravar a quetsão das licenças para empreendimentos, em especial da construção civil. 

Após a homenagem a Orlando Taurisano, coube ao presidente do Lide Brasília saudar e apresentar os dois convidados para o almoço,  passando a palavra, inicialmente, ao secretário de Fazenda. Em sua exposição, Adonias Santiago trouxe números econômicos do DF, hoje detentor do oitavo PIB nacional, com R$ 150 bilhões, projetando como desafios futuros a necessidade de se manter o ritmo de crescimento local e a arrecadação de tributos, destacando a necessidade de se ter um setor produtivo forte, que gere renda, empregos e desenvolvimento, já que o estado, como empregador, encontra-se com sua capacidade esgotada.

Adonias Santiago também fez duras críticas à guerra fiscal entre as unidades federativas e defendeu medidas adotadas recentemente pelo GDF, como a maior proteção ao empresariado local, o destravamento do Parque Tecnológico e a redução das alíquotas tributárias em torno do querosene de aviação, que permitiu a recuperação de 24% do mercado perdido. “Encontros como estes nos animam, pois temos como missão dialogar sempre com o setor produtivo, que tem um papel social decisivo.

Em seguida, coube ao presidente do BRB trazer dados do banco, que dirige desde janeiro deste ano. Paulo Roberto Evangelista sublinhou que o BRB, embora ainda esteja tecnologicamente defasado em relação às demais instituições financeiras, começou a trabalhar para anular o problema e planejou um crescimento sustentado. Ele citou o fortalecimento do BRB nas cidades, com a abertura de novas agências, e a formalização de acordos com o governo federal como impulsionadores da instituição. Hoje com 600 mil clientes, o banco pretende ser mais ágil no atendimento do empresariado, quer liderar a concessão de financiamentos no âmbito do Minha Casa, Minha Vida no DF e planeja abrir seu capital para que mais investidores possam adquirir ações do banco.

O ponto alto das discussões foi a questão do atraso das licenças para empreendimentos e alvarás de construção. O chamado “custo Brasília”, como lembrou o fundador Adelmir Santana, vem atravancando a maioria das empresas. Para tentar resolver a questão, o GDF, após conversações com membros do Lide Brasília, criou uma força-tarefa, centralizando a aprovação de projetos e reformas em imóveis com mais de 3 mil m², unindo órgãos como administrações, Detran, Secretaria de Habitação e Bombeiros, para agilizar a análise dos processos e a concessão das respectivas aprovações, numa espécie de “Na Hora empresarial”.

Fundado em junho de 2003, o LIDE – Grupo de Líderes Empresariais é uma organização de caráter privado, que reúne empresários em nove países e quatro continentes. Atualmente tem 1.300 empresas filiadas (com as unidades nacionais e internacionais), que representam 49% do PIB privado brasileiro. O objetivo do Grupo é difundir e fortalecer os princípios éticos de governança corporativa no Brasil e no exterior, promover e incentivar as relações empresariais e sensibilizar o apoio privado para educação, sustentabilidade e programas comunitários. Para isso, são realizados inúmeros eventos ao longo do ano, promovendo a integração entre empresas, organizações, entidades privadas e representantes do poder público, por meio de debates, seminários e fóruns de negócios. Na capital do País, o grupo é presidido por Paulo Octavio. O presidente mundial da entidade é João Doria Jr.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui