LUTO: Diretor da academia Runway André Padilha morre aos 47 anos

0
29

Ele estava na unidade da Asa Norte da academia. Apesar dos esforços para reanimá-lo, ele não resistiu ao infarto

andrePadilha:Runway

O diretor da academia Runway André Padilha morreu, aos 47 anos, na noite desta segunda-feira (16/6), na unidade da Asa Norte. De acordo com informações preliminares do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), ele sofreu um infarto fulminante. O corpo foi retirado do local por volta da 0h19.

André se preparava para começar a rotina de exercícios quando passou mal e foi atendido por médicos que tentaram reanimá-lo por cerca de 1h30. Porém, ele não resistiu e morreu por volta das 22h. Duas viaturas do Samu realizaram o atendimento na 710/11 Norte, por volta das 20h30. Uma viatura do Corpo de Bombeiros e uma ambulância particular também foram chamadas.

Pela página oficial do Facebook, a academia confirmou a morte de André Padilha. “É com grande pesar que comunicamos o falecimento do diretor André Padilha. Devido o luto, amanhã todas as unidades estarão fechadas.”

Leia mais notícias de Cidades

O velório do corpo de André Padilha ocorrerá nesta terça-feira, a partir das 14h, no cemitério Campo da Esperança, na Asa Sul. O sepultamento está marcado para as 17h.

A Runway foi criada em 1994 pelo empresário Carlos Alberto Ferrari da Costa. Quando se aposentou, ele abriu a primeira unidade, na Asa Norte, para os quatro filhos trabalharem no empreendimento. Todos se formaram em educação física e, ao longo dos anos, foram ampliando a rede de academias, hoje são cinco.

André Padilha da Costa acumulava as funções de diretor de investimentos e diretor técnico da Runway, e também era sócio do empreendimento. No site da academia, na seção “quem somos”, Carlos Alberto menciona que a relação de trabalho em família é uma “experiência fantástica”. “O melhor é quando temos reuniões, nas quais todos falam dos acontecimentos, e toda a direção trabalha em prol da melhor solução para os problemas. Todos são especiais”, destaca.

Com informações de Almiro Marcos

 

 

 

FONTE: CORREIO BRAZILIENSE

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui