MENSALEIRO ATORMENTADO ASSUME CCJ

2
10

No discurso de posse, o deputado lembrou que é réu no STF e disse que não vai decepcionar quem o elegeu

Isabel Braga, O Globo

O deputado João Paulo Cunha (PT-SP) foi eleito ontem, por 54 votos sim e dois em branco, presidente da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara, a mais importante comissão permanente da Casa.

No discurso de posse, o próprio João Paulo fez questão de mencionar o fato de ser réu no processo do chamado mensalão do governo Lula que tramita no Supremo Tribunal Federal (STF), de dizer que é um processo que o atormenta, mas que os colegas que o elegeram podem ficar tranquilos porque não os decepcionará.

João Paulo é réu no processo, sob acusação de lavagem de dinheiro, corrupção passiva e peculato.

— Quero deixar tranquilos os que votaram em mim e mesmo os que votaram em branco. Respondo um processo no Supremo. Minha vida e minhas relações são feitas de forma direta. Esse processo tem me atormentado muito, mudou minha vida, mas tenho fé e convicção no direito e na Justiça que em breve isso será resolvido por completo — afirmou João Paulo:

— Vocês podem ficar com a consciência tranquila de ter escolhido uma pessoa que não decepcionaria os companheiros do PT, meus eleitores e os senhores que me escolheram.

Leia mais em O Globo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui