Metade do Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste em perigo

1
12

Projeto de lei apresentado por Ronaldo Caiado pode fazer com que o fundo destinado ao Distrito Federal seja reduzido para 9%, enquanto os outros 10% sejam revertidos para os cofres goianos

Adriana Bernardes

caiado

Caiado diz que a capital já recebe R$ 11 bilhões para pagar cobrir gastos com segurança, saúde e educação

O Distrito Federal está prestes a perder praticamente metade dos recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste (FCO). Em um projeto de lei já aprovado em duas comissões da Câmara dos Deputados, o parlamentar goiano Ronaldo Caiado (DEM-GO) propõe que o repasse de 19% dos recursos para o DF seja reduzido para 9%. A diferença de 10% seria destinada aos cofres goianos para investimento nas cidades do Entorno. Se for aprovado, dos R$ 979 milhões recebidos este ano, o GDF ficaria com R$ 464 milhões e o governo de Goiás embolsaria R$ 515 milhões. O PL 6.926 tramita desde 2010 e precisa ser aprovado em duas comissões.

O senador e governador eleito do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg (PSB), acredita que a proposta de mexer no percentual “não é boa para ninguém” e só servirá para criar conflitos entre os estados. Ressaltou ainda que a parcela a que o DF tem direito já é destinada aos empreendedores da Região Integrada de Desenvolvimento do Distrito Federal e Entorno (Ride). Portanto, beneficia diretamente quem vive nas cidades goianas que cercam Brasília. “Embora a intenção do Caiado seja boa, a de beneficiar o Entorno, acho que muito mais eficiente que mexer no percentual seria trabalharmos juntos — DF, Goiás e União — em projetos que qualifiquem as pessoas para que elas tenham acesso a esse crédito”, defende Rollemberg.

 

 

 

 

Fonte: Correio Braziliense

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui