Pitiman: Mais médicos não tem planejamento

0
9

Governo federal já gastou R$ 12 mi com hospedagem para profissionais do programa Mais Médicos

Medicos Cubanos Foto Valter Campanato ABrBrasília – O custo do governo federal com a hospedagem dos profissionais trazidos ao Brasil por meio do programa Mais Médicos já chegou a R$ 12 milhões.

As informações estão em reportagem publicada nesta terça-feira (22), pelo jornal O Globo.

Segundo a matéria, essas despesas não estavam previstas inicialmente pelo governo. O Ministério da Saúde tinha a expectativa de hospedar os médicos em alojamentos de unidades militares. Só depois constatou a falta de espaço para receber os profissionais.

O deputado federal Luiz Pitiman (PSDB-DF) avalia que a situação é mais um exemplo de como o Mais Médicos está sendo elaborado sem o planejamento e o respaldo legal adequados.

E afirmou:  “Tudo isso demonstra que há um governo que não respeita o que a legislação manda.”

De acordo com Pitiman, a falta de critérios para a contratação desses profissionais, além do enquadramento inadequado deles no sistema trabalhista brasileiro, cria uma insegurança jurídica que atinge não apenas os médicos, mas também trabalhadores de todas as categorias.

“Não sabemos qual será o real impacto que aparecerá quando esses médicos procurarem a justiça trabalhista. Haverá um grande prejuízo que terá que ser pago pelo governo”, disse.

O tucano acrescentou que a maneira como o Mais Médicos vem sendo implantado, desde o anúncio do projeto, explicita ainda o interesse de petistas no inchaço da máquina pública.

“Foi uma ação concebida para ocorrer próximo ao período eleitoral, com um grande viés de aparelhamento”, declarou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui