Protagonista regional

0
10

 

Marconi Perillo, aliás, fez críticas contundentes ao Governo Federal. Na audiência com Cármen Lúcia, ele chamou o Tesouro Nacional de “agiota”, afirmando que os estados já pagaram várias vezes a sua dívida, classificou a União como “ótimos para cobrar e para tomar de nós de todas as formas” e disse que a decisão do Ministério da Fazenda de não partilhar a multa dos recursos provenientes da repatriação de dividas era um “confisco que pune quem cuida da atenção básica das pessoas”. Perillo afirmou que vai colocar tudo o que receber desta partilha na saúde do estado.

 

 

Fonte: Do Alto da Torre/Jornal de Brasília

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui