Rosinha da Adefal perde eleição, ganha boquinha no GDF e é condenada por peculato

0
144

O GDF virou mesmo um grande cabide de emprego para candidatos derrotados em 2018 de outros estados.

Agora,  por exemplo, a Justiça Federal condenou Roseane Cavalcante Estrela (atualmente ocupante do cargo de secretária da Pessoa com Deficiência do DF), conhecida como Rosinha da Adefal, por peculato. A decisão do juiz Vallisney de Oliveira refere-se ao período em que Rosinha era deputada federal, entre 2011 e 2013, e se envolveu em um suposto esquema de desvio de dinheiro vinculado ao aluguel de carros. O empresário Emerson Novais Duarte também foi condenado.

Formada em direito, 48 anos, servidora concursada do Tribunal Regional do Trabalho de Alagoas, Roseane Cavalcante de Freitas Estrela, conhecida como Rosinha da Adefal, teve poliomielite aos dois anos de idade, a deixando cadeirante. A deficiência física nunca foi condição limitadora para Rosinha, que sempre esteve na linha de frente das lutas por acessibilidade e inclusão em Alagoas, seu estado natal.

Em busca da prática esportiva e inclusão social, Rosinha chegou à Associação dos Deficientes Físicos de Alagoas, Adefal, ainda adolescente.

Logo, ela percebeu a necessidade de buscar uma sociedade mais inclusiva. Na Adefal, exerceu os cargos de secretária, diretora de esportes, vice-presidente e presidente.

Rosinha foi vereadora por Maceió-AL, deputada federal em dois mandatos, secretária de Estado da Mulher e dos Direitos Humanos de Alagoas e secretária Nacional da Pessoa com Deficiência.

Em 2018 Rosinha perdeu a reeleição. Ela recebeu apenas 5.887 votos, muito distante dos mais de 90 mil votos  obtidos em 2010 para deputada federal. Em 2014 ela disputou e perdeu a reeleição.

Mas com as amizades certas, a ex-deputada ganhou um cargo de secretária aqui no DF sob aplausos do amigo deputado distrital Iolando Almeida. Agora, terá de deixar o cargo.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui