Serviço de referência recebe até 2 mil pacientes por mês

0
11
fisioterapia
A II Semana de Fisioterapia e Terapia Ocupacional do Hospital de Base e a I Jornada Científica dos Residentes em Fisioterapia serão realizadas nesta quinta e sexta-feira (3 e 4), a partir das 8h, no Grande Auditório do HBDF. 

O evento contará com palestras, mesas redondas, divulgação de banners e trabalhos feitos pelos profissionais da área, além de comemorar o primeiro ano de residência médica em fisioterapia hospitalar no Hospital de Base.

Desde o início do ano até agosto, o setor de fisioterapia, terapia ocupacional e fonoaudiologia do HBDF realizou mais de 19.400 atendimentos. O Serviço de Saúde Funcional é composto por 114 profissionais da área de fisioterapia, terapia ocupacional e fonoaudiologia que realizam procedimentos de reabilitação em pacientes do trauma, Neurocirurgia, Neurologia, Psiquiatria, Pediatria, Câncer, entre outros.

O atendimento é feito 24 horas, no próprio leito, em casos de pacientes internados no Pronto Socorro e UTI. Aos pacientes dos ambulatórios de Cabeça e Pescoço, Oncologia, Fonoaudiologia e Neurologia o atendimento é feito no ambulatório, de segunda à sexta-feira, das 7h às 19h e é marcado com encaminhamento do médico.

Para o coordenador do Serviço de Saúde Funcional do HBDF, André Pessoa, o trabalho é essencial no tratamento do paciente e está ficando cada vez mais complexo. “Em alguns casos, a evolução do paciente está intimamente ligada ao trabalho de fisioterapia, terapia ocupacional e fonoaudiologia”, acrescenta.

“O objetivo do nosso trabalho é diminuir o tempo de internação do paciente, possibilitando uma volta mais eficaz às atividades”, afirma Luana Sales, fisioterapeuta do Hospital . “Além de diminuir o tempo de internação, buscamos reabilitar o paciente para as atividades do dia-a-dia, como a higiene corporal, as atividades laborativas e isso torna o processo de tratamento mais eficiente”, ressalta karla Paixão, terapeuta ocupacional do Hospital de Base.

Para a paciente Creusa Fernandes, a fisioterapia nas mãos, após uma amputação do tendão no dedo, está diminuindo a dor e ajudando na movimentação. “Sentia muitas dores e não conseguia fazer movimentos. Estou passando pelas primeiras avaliações e sinto que está evoluindo muito “, afirma.

Programação da II Semana de Fisioterapia e Terapia Ocupacional do Hospital de Base (Dia: 3 e 4)
– Fisioterapia e Terapia ocupacional: Ações e perspectivas ;
– Programa de Residência em Fisioterapia no Hospital de Base;
– Comunicação Alternativa e Ampliada para portadores de doenças motoras graves;
– UTI adulto: Um novo caminho para a Terapia Ocupacional;
– Terapia Ocupacional: Reavaliando as rotinas do paciente hospitalizado;
– Exposição de banners;
– Instituições de Ensino Superior e SES-DF: Prática com qualidade;
– Fisioterapia em UTI;
– Reabilitação Cardiopulmonar;
– Fisioterapia em urgência e emergência;
– Apresentação de trabalhos;
– Apresentações culturais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui