Setor de Atividades de Atendimento Hospitalar tem o maior número de profissionais afastados por acidentes de trabalho

 

Sociedade Brasileira de Direito Médico e Bioética alerta para a importância das medidas preventivas na área da saúde
O Setor de Atividades de Atendimento Hospitalar concentra o maior volume de trabalhadores afastados por acidentes de trabalho. Dados do Anuário Estatístico de Acidentes do Trabalho apontam que, em 2021, foram registrados 62.852 casos, o que corresponde a 11,7% do total de acidentes do ano. O número é mais de três vezes superior ao segundo colocado no ranking, o Setor de Comércio Varejista de Mercadorias em Geral, com 19.788 acidentes.
A enfermagem é a área em que os profissionais de saúde estão mais expostos a riscos químicos, físicos, biológicos, psicossociais ou ergonômicos, segundo estudo da Universidade Estadual do Maranhão (Uema). No ambiente hospitalar, objetos perfurocortantes tornam as equipes mais vulneráveis. Casos que envolvem material biológico são ainda mais preocupantes pela possibilidade de transmissão de doenças infectocontagiosas.
Segundo o presidente da Sociedade Brasileira de Direito Médico e Bioética (Anadem), Raul Canal, além de campanhas que visem à conscientização de gestores e trabalhadores, é necessário que o Setor de Segurança do Trabalho da unidade estime os riscos e estabeleça medidas de biossegurança, fazendo cumprir as diretrizes e normas a partir do treinamento de todos os profissionais envolvidos.
O especialista afirma que a melhor forma de prevenção contra acidentes é a adoção de medidas preventivas, que preconizem ações a serem seguidas por todos os trabalhadores da saúde ao cuidarem de pacientes ou ao manusearem objetos contaminados, entre outras atividades. Uma das principais barreiras contra esses acidentes é o uso de EPIs (Equipamentos de Proteção Individual), de uso obrigatório no Setor.
Mesmo com todo o protocolo preventivo, o acidente pode acontecer. Neste caso, ele precisa ser devidamente registrado, alerta o presidente da Anadem, Raul Canal. “A notificação da ocorrência é extremamente importante para o planejamento de estratégias de prevenção. Além disso, ela é um recurso que assegura ao trabalhador o direito de receber avaliação médica especializada, tratamento adequado e benefícios trabalhistas”, conclui.
IMPACTOS DA PANDEMIA

O Anuário Estatístico de Acidentes do Trabalho mostra o impacto da pandemia da covid-19 nos registros de afastamentos por doenças do trabalho em 2021, registrando a segunda maior quantidade anual nos últimos dez anos, com 19.348 casos. O recorde histórico ocorreu em 2020: 33.575 casos. Comparados ao ano de 2019, anterior à pandemia, os acidentes por doença do trabalho aumentaram 234,6%, no ano de 2020, e 92,8%, em 2021.

 

Fonte: Acidentes de Trabalho caem 25,6% no Brasil em 10 anos — Ministério da Previdência Social

 

Anadem

A Sociedade Brasileira de Direito Médico e Bioética (Anadem) foi criada em 1998. Enquanto entidade que luta pela categoria e seus direitos, promove o debate sobre questões relacionadas ao exercício da medicina, além de realizar análises e propor soluções em todas as áreas de interesse dos associados, especialmente no campo jurídico.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui