Tribunal de Contas constata falhas no asfalto de duas vias de Águas Claras

0
6

Os erros são nas avenidas Araucárias e Castanheiras. Entre as falhas estão buracos e fissuras

O Tribunal de Contas do Distrito Federal (TCDF) sinalizou ao GDF falhas no asfalto novo em Águas Claras. As irregularidades foram constatadas durante inspenção realizada na manhã desta segunda-feira (29/8), nas avenidas Araucárias e Castanheiras — vias que receberam um novo recapeamento na região. O relatório produzido pelo Núcleo de Fiscalização de Obras (NFO) apontou afundamentos profundos nas pistas. Em alguns trechos, a base foi mal executada, não suportou a carga dos carros que transitam pelo local e cedeu.

Leia mais notícias em Cidades

Buracos e fissuras, desnivelamento das vias, remendos fora dos parâmetros definidos pelas normas técnicas, indícios de compactação inadequada e problemas na usinagem do concreto também apareceram durante a vistoria. Os auditores do Tribunal também identificaram a falta de sinalização horizontal. Em vários pontos, não havia pintura na via, incluindo faixas de pedestres. O presidente do TCDF, conselheiro Renato Rainha, afirmou que a ideia é recuperar os trechos. “É uma obra recente e obras de asfalto devem ter durabilidade. A ideia do Tribunal é fiscalizar no momento em que a obra está sendo feita ou um pouco após para garantir a qualidade à população”.

O secretário de Infraestrutura e Serviços Públicos (Sinesp), Antônio Coimbra; o diretor da Companhia Urbana da Nova Capital (Novacap), Júlio Menegotto; e fiscais da obra e representantes das empresas também participaram da visita e receberam cópias do relatório. “Vamos exigir que as correções em virtude de erros das empresas sejam refeitas dentro da garantia contratual”, ressaltou Coimbra.  O presidente da Companhia de Saneamento Ambiental do DF (Caesb), Maurício Ludovice, também estave presente porque as intervenções realizadas pela companhia para fazer as adequações necessárias nas redes de água e esgoto causaram danos à capa asfáltica de Águas Claras.

O Tribunal de Contas solicitou que o Executivo apresente um cronograma de correção das falhas apresentadas pela Corte.

Com informações TCDF 
Fonte: Correio Braziliense

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui