A cruel e triste rotina de atrasos nos salários dos trabalhadores terceirizados no GDF

0
91

 

Por Imprensa Sindiserviços-DF – Robson Silva

Entra ano e sai ano, os trabalhadores terceirizados nos vários órgãos do Governo do Distrito Federal (GDF) continuam com a triste, cruel e covarde rotina de atrasos no recebimento dos salários, tíquete alimentação e vale transporte.

A direção do Sindiserviços-DF, sindicato que representa os trabalhadores terceirizados no Distrito Federal (DF), vem fazendo intensa pressão junto as empresas prestadoras de serviços e o GDF para quitar com urgência a dívida com a categoria.

O Sindiserviços-DF protesta contra a falta de pagamento dos trabalhadores terceirizados nas escolas públicas e na Secretaria de Estado da Educação (SSE/DF), empregados da Empresa Juiz de Fora, referentes ao mês de dezembro, o que já deveriam ter sido pagos desde a última quarta-feira 8 de janeiro, 5º dia útil do mês.

Da mesma forma, sem receber os vencimentos, estão os empregados das Empresas Ipanema e Dinâmica na prestação dos serviços de limpeza e conservação dos hospitais, postos de saúde e na Secretaria de Estado da Saúde (SES/DF).

 

Sem salários e possibilidade de greve

Seguem também sem receber o suor do seu trabalho, os empregados da Empresa Servegel, na Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão (SEPLAG/DF).

A Empresa Servegel também ainda não pagou os salários e benefícios dos seus empregados em várias Administrações Regionais e nos terminais rodoviários vinculados à Secretaria de Estado de Transporte e Mobilidade (SEMOB/DF).

Diante da precariedade financeira que os trabalhadores estão vivendo com os constantes atrasos salariais, a direção do Sindiserviços-DF está encaminhando documento às respectivas empresas e para os órgãos do GDF para informar sobre a possibilidade de paralisação da categoria para reivindicar os seus direitos.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui