ARRUDA NO PR? SÓ SE NÃO TIVER JUSTIÇA NO BRASIL

2
16

 

 RENATO RIELLA

As manifestações de rua demonstraram que o mais grave problema do Brasil é a degradação partidária. A maioria dos partidos tem um dono nacional, que faz negociações escabrosas nos estados.

É assim que, em diferentes publicações, tem sido dito que o dono do PR, o ainda deputado Valdemar Costa Neto, vai fazer festa em setembro para marcar a filiação do ex-governador José Roberto Arruda – famigerado.

Famigerado, diga-se de passagem, não quer dizer bandido. Representa um ser de fama conturbada, para dizer o mínimo.

Tudo isso que a gente vê hoje é pura insanidade. No mês de agosto, o Brasil vai arder em chamas se o Supremo Tribunal Federal não concluir o processo dos mensaleiros e se gente como Valdemar não for expulsa do Congresso Nacional.

Nessa condição de condenado e provavelmente preso, ele não terá como se unir a Arruda – a não ser se os dois marcarem encontro na Papuda.

E assim estamos vivendo, com balões de ensaio diversos.

A condenação da ex-deputada Eurides Brito em segunda instância jogou essa pandorista na Ficha-Suja, fora da política e das eleições.

O famigerado Arruda já tem duas condenações criminais em primeira instância, uma delas pelo Painel do Senado e outra por contratação irregular de obra. Breve deverá cumprir o segundo estágio na Justiça, com avaliação de processo por colegiado, ficando inelegível.

A previsão vale para deputados distritais que já foram condenados pela Justiça do DF e breve responderão a processo no Conselho de Ética da Câmara Legislativa.

A impunidade é uma marca muito forte da vida brasileira, mas o grito das ruas está tentando acordar o gigante escondido dentro da Justiça.

Assim, a previsão não é nada boa para todos os citados acima.

 

 

 

Fonte: Blog do Riella

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui