CNJ: Suspensa sindicância contra Bruno Ribeiro

0
9

Juiz foi responsável por presos do mensalão do PT

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) determinou nesta sexta-feira (4) a suspensão da investigação preliminar aberta pela Corregedoria do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJ-DFT) para avaliar as ações do juiz Bruno André Silva Ribeiro na condução das execuções das penas dos condenados na Ação Penal 470, o processo do mensalão.

A decisão tomada pelo conselheiro Gilberto Martins vale até que a corregedoria envie ao CNJ informações sobre as razões que justificaram a abertura do processo contra o juiz. O conselheiro também pediu dados sobre as transferências ocorridas durante os últimos dois anos na Vara de Execuções Penais (VEP) do Distrito Federal.“Quanto à redesignação do magistrado Bruno André da Silva Ribeiro para exercício em vara distinta da VEP, parece-me, à primeira vista, injustificada. Contudo, não constam dos autos o referido ato de redesignação, seus motivos, nem tampouco a data em que ocorreu. Informações que poderiam demonstrar a pessoalidade e, portanto, a invalidade, do ato administrativo em questão” afirmou Martins Leia mais

Fonte: Gazeta do Povo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui