CODEPLAN RENASCE DAS CINZAS

0
10

O paraibano Miguel Lucena, bacharel em Direito, jornalista, poeta e escritor, está fazendo uma revolução em Brasília: pegou a Companhia de Planejamento do Distrito Federal, vilipendiada por uma série de escândalos que derrubou um governador, esvaziada e sucateada, e levanta-a como um dos órgãos mais importantes para o crescimento do DF no Governo de Agnelo Queiroz (PT).

Demitiu ocupantes de cargos comissionados que recebiam sem trabalhar, afastou corruptos, revisou contratos, instaurou auditorias e sindicâncias, acabou com mordomias, como o auxílio-torpedo (R$ 9 mil destinados mensalmente aos servidores designados para receber mensagens eventuais de emergência), e adotou um programa de valorização dos servidores de carreira.

Nesta quinta-feira,no auditório da Câmara Legislativa, 500 funcionários da Codeplan aplaudiram de pé o presidente Miguel Lucena e aprovaram, à unanimidade, o plano de reestruturação da companhia, com direito a poema declamado pelo dirigente paraibano, que homenageou o conterrâneo de Princesa, Francisco Rodrigues, o Chicão de Zezim Ourives, geógrafo da empresa há 28 anos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui