Mais de cem casais dizem “sim” em casamento comunitário no Parque da Cidade

Próxima edição do programa Alma Gêmea será realizada em junho e já conta com mais de 100 inscrições.

 

Rafael Campos

 

Os 10 anos de relação entre a dona de casa Maria do Carmo Alves, 56 anos, e do auxiliar de serviços gerais Cristiano Gonçalves do Prado, 36, já confirmava uma história de amor. Neste sábado (26/4), durante a nona edição do projeto Alma Gêmea, eles selaram o relacionamento com o casamento. “Sempre tive o sonho de casar, desde menina. E agora me sinto feliz porque consegui realizar”, disse Maria do Carmo. Além deles, mais 108 casais contraíram núpcias e, desde o início do projeto, em 2012, 550 outros também puderam dizer o “sim”.

Cristiano Gonçalves do Prado e Maria do Carmo Alves (Paula Rafiza/Esp. CB/D.A Press)
Cristiano Gonçalves do Prado e Maria do Carmo Alves

Promovido pela Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania, o Alma Gêmea realiza casamentos comunitários em vários pontos do DF. Ele é aberto para qualquer pessoa que deseje se casar. “Não havendo impedimentos legais, todos podem se inscrever. Basta ligar na secretaria ou mesmo pela nossa página no Facebook”, explicou o secretário de Justiça, Jefferson Ribeiro.

Leia mais notícias em Cidades

A próxima edição será realizada em junho e já conta com mais de 100 inscrições. Todas as noivas recebem tratamento de cabelo e maquiagem, além dos vestidos. Vivendo juntos há oito anos, Catiane Matos Miranda, vendedora de 25 anos, e Alexandro Brito Monteiro, gerente comercial de 31, já tem um filho e esperam por outro. Casar sempre esteve nos planos e, ao atingirem essa meta, só pensam em mais possiblidades. “É uma sensação ótima. Estamos muito felizes”, garantiu Alexandro.

Fonte: Correio Braziliense

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui