Vídeo: assessor de Feliciano tenta comprar silêncio de Patrícia Lélis

0
9

A Polícia Civil de São Paulo tem provas de que a jornalista Patrícia Lélis e o chefe de gabinete do deputado Marco Feliciano (PSC-SP) Talma Bauer mentiram em depoimentos na delegacia. Em um vídeo, os dois aparecem em negociação para que a jovem não denuncie Feliciano por assédio, agressão e tentativa de estupro. Inicialmente, os dois negaram a informação.

O vídeo, obtido pela revista Veja, foi gravado em 30 de julho, em um hotel do centro de São Paulo. Além dos dois, aparece nas gravações Emerson Biazon, que diz ser assessor do PRB. Segundo Biazon, ele participou de toda a negociação pelo silêncio de Patrícia.No vídeo, o assessor de Feliciano diz que já repassou R$ 50 mil a Arthur, que, segundo a polícia, trata-se de Arthur Mangabeira, morador do Rio de Janeiro e que teria entrado em contato com Patrícia para pedir dinheiro ao deputado para não espalhar a história. A polícia pode indiciar Patrícia por extorsão e falsa comunicação e Bauer por favorecimento pessoal. Vale lembrar que essa investigação de São Paulo não está relacionada à acusação de assédio em Brasília.

A íntegra do vídeo pode ser conferida no site da revista Veja.

 

 

Fonte: Metropoles

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui